Espírito Santo recebe kits para diagnóstico rápido da malária

News3

Para controlar o avanço da malária, o Espírito Santo recebeu do Ministério da Saúde 20 kits com 500 testes rápidos para o diagnóstico da doença, na manhã desta sexta-feira (10). A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) disse que ainda vai receber nos próximos dias medicamentos para tratar 350 pacientes.

O  Estado já tem 112 casos confirmados de malária, até a manhã desta sexta-feira (10). Em Vila Pavão, onde um laboratório foi montado para monitorar a doença, já foram registrados 92 casos. E em Barra de São Francisco, 20.

O secretário de Saúde do Estado Ricardo de Oliveira descartou que a doença avance para a capital. "Os casos estão circunstritos naquela região [Vila Pavão e Barra de São Francisco]. Esse mosquito não circula em Vitória, é um mosquito de área silvestre", disse.

O surto de malária que atingiu o Noroeste do Espírito Santo está sendo causado por uma espécie mais agressiva do mosquito e a hipótese é de que os casos tenham sido “importados” do Norte do país, segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

Medicamentos

A cidade de Vila Pavão, que concentra 80% dos casos da doença, já recebeu 3.390 comprimidos e 1.199 frascos de medicamentos injetáveis. O município registrou 92 casos da doença até a manhã desta sexta-feira (10).

Combate

A Sesa disse que está fazendo uma busca pelas pessoas com os sintomas da doença e as que tiveram contato com infectados.

Além disso, equipes foram capacitadas para diagnosticar e combater a malária.

Vila Pavão recebeu 660 cargas de inseticidas para combater o mosquito que transmite a malária. Mais de 6 mil frascos de repelentes também foram distribuídos para a população.

 

Atuam na cidade, 25 profissionais da Sesa, dois médicos e pesquisadores da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes).

Contágio

A malária é uma doença comum em estado do Norte do Brasil. A transmissão ocorre pela picada do mosquito Anopheles stephensi, chamado de mosquito prego, que também se reproduz em água parada.

Compartilhe:

Deixe seu comentário